0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×

O preço dos imóveis anunciados continuam registrando queda em 2017 e as vendas com grandes descontos são a maioria conforme mostra a pesquisa.

Considerando apenas o preço anunciado do metro quadrado para venda dos imóveis residenciais em 20 cidades brasileiras ocorreu uma queda de 0,16% em maio, segundo o Índice FipeZap

Essa queda chamou a atenção de todos por ter sido a maior desde o início da série história do indicador, há cinco anos, em junho de 2012.

Observando o acumulado do ano, o preço dos imóveis tem leve recuo de 0,08%. Contudo, nos últimos 12 meses o valor subiu apenas 0,46%. Isso significou uma queda no valor real dos imóveis já que a inflação registrada no mesmo período foi de 3,75%, medida pelo IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo).

Em maio, o valor médio do metro quadrado nas cidades monitoradas foi de R$ 7.682.

Como podemos ver no gráfico acima os imóveis não conseguiram valorizar ao ponto de superar a inflação registrada (IPCA). Somente em Belo Horizonte os imóveis subiram mais que a inflação.

Rio de Janeiro se manteve como a cidade com os imóveis mais caros do país, a R$ 10.132 por metro quadrado, seguida por São Paulo, a R$ 8.683, e Distrito Federal, a R$ 8.435. Já as cidades com o valor médio por metro quadrado mais baixo foram Contagem (R$ 3.519), Goiânia (R$ 4.121) e Vila Velha (R$ 4.644), segundo o FipeZap.

Das 20 cidades pesquisadas, 13 apresentaram recuo nominal nos preços de venda entre abril e maio, com destaque para Recife (-0,64%), Rio de Janeiro (-0,48%), São Caetano (-0,37%), Belo Horizonte (-0,36%) e Vitória (-0,35%).

Já entre as cidades que registraram aumento nominal de preço, estão Santos (+0,44%), Goiânia (+0,35%), Vila Velha (+0,27%), Fortaleza (+0,16%) e Florianópolis (+0,14%). Vale ressaltar que em nenhuma das cidades monitoradas a variação do preço superou a inflação esperada.

A crise econômica cria oportunidades para aqueles que querem comprar imóveis. O gráfico abaixo mostra que mais de 75% das vendas de imóveis só estão ocorrendo devido a negociação de descontos entre o comprador e o proprietário.

Quando o mercado está aquecido é difícil negociar bons descontos. Quando o mercado passa por crises é importante saber aproveitar o momento para garimbar bons imóveis em que seus proprietários estejam dispostos a aceitar bons descontos. Antes de comprar ou vender imóveis é fundamental estar preparado para a negociação. É no momento da compra que você garante o bom negócio. Ele é mais importante que o momento da venda para o verdadeiro investidor de imóveis.

 

 

 

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×
Share →

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×